Automobilismo

Esportes

Queda não parou Mário Patrão no Dakar: 'A pista obrigava a uma condução bastante agressiva'

queda não parou mário patrão no dakar: 'a pista obrigava a uma condução bastante agressiva'

Queda não parou Mário Patrão no Dakar: ‘A pista obrigava a uma condução bastante agressiva’

Depois de um prólogo que serviu essencialmente para alinhar os pilotos para a etapa inaugural do Rally Dakar 2023, os pilotos participantes na grande maratona de todo-o-terreno tiveram pela frente 367 km de setor seletivo num total de 602.56 km.

Nesta primeira etapa Mário Patrão alcançou o sétimo melhor tempo entre os pilotos que competem na Original by Motul, a desafiante classe do Dakar mais conhecida por “malle moto”, onde a caixa de ferramentas é a sua única companhia ao longo da prova.

Patrão reagiu assim à primeira tirada do Dakar: ‘Esta primeira grande etapa foi bastante dura. A adaptação ao ritmo que uma prova deste estilo impõe é difícil, mas amanhã será um dia melhor. Tive uma ligeira queda no quilómetro 160, o que motivou a redução de velocidade. A pista obrigava a uma condução bastante agressiva e este será o maior desafio, encontrar o equilíbrio até ao final. Feliz ano 2023 a todos!’

TOP STORIES