Dinheiro

Economia

Postos de gasolina ‘congelam’ paralisação na Itália após reunião

Um novo encontro deve ocorrer antes da data da paralisação, e informações de bastidores dão conta de que há espaço para se chegar a um acordo para cancelar a manifestação definitivamente.

Por Redação, com ANSA – de Roma

Donos de postos de gasolina da Itália decidiram “congelar” a greve convocada para os dias 25 e 26 de janeiro, após uma reunião nesta sexta-feira com representantes do governo da premiê Giorgia Meloni.

postos de gasolina ‘congelam’ paralisação na itália após reunião

Preços da gasolina na Itália dispararam após fim de desoneração

Um novo encontro deve ocorrer antes da data da paralisação, e informações de bastidores dão conta de que há espaço para se chegar a um acordo para cancelar a manifestação definitivamente.

A greve foi convocada na quinta e, segundo os donos de postos, tem como objetivo protestar contra as acusações de especulação dirigidas à categoria devido à recente alta nos preços dos combustíveis.

Governo Meloni

A disparada acontece após o governo Meloni ter revogado na virada do ano a desoneração da gasolina que havia sido implantada por Mario Draghi, mas representantes do Executivo, como o ministro da Infraestrutura e dos Transportes, Matteo Salvini, atribuíram a alta a “especulações”.

Pouco depois, o governo aprovou um decreto que obriga os postos a exibir o preço médio nacional ao lado dos valores cobrados no próprio estabelecimento.

Para tentar acalmar o setor, o Executivo já alterou o texto para incluir um dispositivo que abre a possibilidade de novas desonerações caso a arrecadação tributária aumente.

“Apreciamos o esclarecimento com o governo, que restabelece uma verdade inequívoca: os gestores não têm nenhuma responsabilidade pelo aumento dos preços”, diz um comunicado conjunto dos sindicatos patronais do setor.

“Abriu-se um percurso que pode nos levar até a reavaliar a greve proclamada para o fim do mês, congelado no momento”, acrescenta a nota.

TOP STORIES