Automobilismo

Esportes

'O Andrea Iannone quer voltar; seria melhor se fosse para as Superbike' - Carlo Pernat

'o andrea iannone quer voltar; seria melhor se fosse para as superbike' - carlo pernat

‘O Andrea Iannone quer voltar; seria melhor se fosse para as Superbike’ – Carlo Pernat

Para quem acompanha o motociclismo nos últimos cinco anos, sensivelmente, o nome Andrea Iannone não é de todo desconhecido. O italiano competiu no MotoGP entre 2013 e 2019 até ter tido um resultado positivo a um teste de doping. Foi provisoriamente suspenso das corridas em dezembro de 2019 e os seus resultados dos últimos dois Grandes Prémios desse mesmo ano foram anulados.

Em novembro de 2020 foi sancionado com uma proibição de competir por quatro anos após ter perdido o recurso que submetera. O piloto sempre defendeu que nunca teve uma atitude antiética, justificando o resultado do teste, realizado na Malásia, com o consumo de carne contaminada. Os argumentos foram considerados insuficientes e isso fez com que uma sanção de 18 meses se prolongasse para quatro anos com início a 17 de dezembro de 2019. Assim, no final deste ano, o piloto está livre para voltar a competir.

Numa entrevista que Carlo Pernat cedeu ao moto.it, o ex-manager de Iannone falou sobre o seu compatriota: ‘O Andrea quer voltar, falamos ao telefone. O talento não é algo que se compre ou venda. É evidente que quatro anos fora [do desporto] é muito tempo, até 2024, mas ele quer mesmo voltar.’

Segundo Pernat, Iannone deve esperar pelo verão para ter uma ideia mais clara de quais são as suas reais hipóteses de voltar ao motociclismo: ‘Na minha opinião, em junho/julho precisamos de ver o mercado, como estão os pilotos, se alguém está lesionado. Penso que não haverá qualquer notícia até junho/julho.’

Questionado sobre que campeonato deve apostar Iannone neste seu regresso, Pernat defendeu: ‘É ele que tem de descobrir o que quer após quatro anos. Na minha opinião, seria melhor se ele fosse para as Superbike [WSBK]. Também se criaria mais uma personagem naquele mundo, então haveria mais seguidores e talvez fosse mais fácil para ele obter alguns resultados. Conheces o MotoGP agora…’

Importa destacar que no período que esteve no MotoGP, Iannone correu pela Pramac (2013-2014), Ducati Team (2015-2016), Suzuki (2017-2018) e Aprilia (2019).

TOP STORIES