Carros

Nova era da Fórmula E começou com triunfo de Jake Dennis no México; António Félix da Costa no top dez

nova era da fórmula e começou com triunfo de jake dennis no méxico; antónio félix da costa no top dez

Nova era da Fórmula E começou com triunfo de Jake Dennis no México; António Félix da Costa no top dez

Jake Dennis foi o primeiro vencedor da era Gen3 da Fórmula E, ao impor-se no ePrémio da Cidade do México. A prova inaugural da época desenrolou-se no Autódromo Hermanos Rodríguez e teve vários momentos de safety car. António Félix da Costa foi sétimo na estreia pela Porsche.

A pole position foi de Lucas di Grassi (Mahindra), que na fase inicial conseguiu conservar o comando na frente de Dennis (Avalanche Andretti/Porsche). Um incidente de Robin Frijns (Abt Cupra/Mahindra) e Norman Nato (Nissan) na curva dez provocou o primeiro momento de safety car, sendo que o holandês sofreu uma fratura no pulso esquerdo.

O reatar deu-se na volta 6, mas logo a seguir Sam Bird parou com problemas técnicos no Jaguar e houve novo safety car. Na volta 10 retomou-se a velocidade normal e, duas voltas depois, di Grassi errou na curva um – algo aproveitado por Dennis para ultrapassar o brasileiro e assumir o comando da corrida.

O britânico conseguiu depois distanciar-se e, quando já tinha um avanço superior a três segundos e meio, um despiste de Edoardo Mortara (Maserati MSG Racing) na curva um da volta 18 originou mais um safety car. Só na volta 21 é que voltou a haver bandeira verde, mas di Grassi teve de gerir a energia e não pôde atacar Dennis.

Daí em diante, o piloto da Avalanche Andretti não teve mais oposição à altura, distanciando-se do brasileiro… que na volta 29 seria ultrapassado por Pascal Wehrlein (Porsche). O germânico não foi rival à altura de Dennis até ao fim, cortando a meta a 7,816s. Di Grassi susteve o terceiro lugar, apesar de ter terminado sob intensa pressão de André Lotterer (Avalanche Andretti/Porsche). Jake Hughes (NEOM McLaren/Nissan) fechou o top cinco.

Quanto a António Félix da Costa, o português estreou-se pela Porsche com um sétimo lugar. Depois de arrancar de nono, manteve a posição nas primeiras 11 voltas, antes de na volta 12 ganhar um lugar – o que viria a conseguir de novo na volta 14 para chegar ao sétimo posto em que terminou. Ainda teve de lutar para conservar a posição até ao fim, garantindo-a de vez na volta 31 com uma ultrapassagem a Jean-Eric Vergne (DS Penske).

Resultados:

Créditos da tabela de resultados: ©2023, Fédération Internationale de l’Automobile (FIA)

TOP STORIES