RAM

‘Não existiram mudanças drásticas em 2022, só pequenos passos’ – Brad Binder

‘não existiram mudanças drásticas em 2022, só pequenos passos’ – brad binder

‘Não existiram mudanças drásticas em 2022, só pequenos passos’ – Brad Binder

A KTM fez uma mudança considerável na sua estrutura do MotoGP no verão de 2021, contratando Fabiano Sterlacchini para o cargo de diretor técnico – sucedendo a Mike Leitner. Brad Binder teve a hipótese de trabalhar com os dois e vê claras diferenças na abordagem do italiano.

O sul-africano disse ao site SPEEDWEEK.com que Sterlacchini é mais focado nos problemas reportados pelos pilotos: ‘O Fabiano certamente tem uma abordagem diferente da do Mike Leitner. O Fabiano tem uma abordagem muito mais determinada e orientada no que toca a questionar o que mudamos na moto. Ele tenta ver os nossos problemas e tenta resolvê-los. Só muda coisas que estão diretamente relacionadas com os nossos problemas. Ele depois encontra maneiras de direcionar tudo no rumo certo, ou pelo menos seguir um rumo que os engenheiros pensam ser o melhor. Depois, fazem tudo o que podem para fazerem as ideias deles funcionarem’.

Binder explicou então que o desenvolvimento da RC16 tem sido feito de forma gradual, com pequenas alterações que permitem bons ganhos ao serem somadas: ‘Não existiram mudanças drásticas em 2022, apenas pequenos passos. Por vezes existiram pequenas mudanças na dianteira, outras vezes na traseira, depois mais alguma ajuda para uma melhor aceleração. Ou algum apoio com as travagens. Todos estes pequenos passos não pareceram enormes na altura, mas quando somados, fazem-nos ser alguns décimos de segundo mais velozes. Talvez dois, três décimos, que fazem a diferença no MotoGP atualmente. Encontrar um segundo é algo do passado no MotoGP. Tens de estar atento às pequenas margens’.

TOP STORIES