Esportes

Fórmula 1

MotoGP admite que crescimento da F1 pode ser uma ajuda... mas sem a encarar como referência

motogp admite que crescimento da f1 pode ser uma ajuda... mas sem a encarar como referência

MotoGP admite que crescimento da F1 pode ser uma ajuda… mas sem a encarar como referência

Desde que a Liberty Media assumiu as rédeas da Fórmula 1 em 2017 que a popularidade disparou, continuando a alcançar novos espectadores e audiências. Uma tendência contrária à do MotoGP, em que sobretudo este ano após a retirada de Valentino Rossi houve uma quebra de assistência nos circuitos e na televisão.

Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna (entidade promotora do MotoGP), sustentou ao site Motorsport.com que o MotoGP tem de se tornar mais popular e o crescimento da F1 pode ajudar… mas sem servir de exemplo: ‘No nível do espetáculo, a F1 é número um no espetro do desporto motorizado. A nossa obrigação é ganhar popularidade, mas sem que a F1 seja a referência. A F1 ser popular ajuda-nos muito’.

Para o dirigente espanhol, a F1 não está a crescer só graças à série Netflix, considerando que os níveis de popularidade oscilam com o tempo: ‘É verdade que eles cresceram muito ultimamente, e não creio que tenha sido exclusivamente devido ao Drive to Survive, embora tenha ajudado claramente. A minha opinião é qua a popularidade é por ondas. Recentemente a F1 esteve com problemas e nós estávamos no nosso melhor’.

TOP STORIES