Carros

Miguel Oliveira de 'regresso' à Aprilia: 'A única coisa comparável é mesmo a marca'

miguel oliveira de 'regresso' à aprilia: 'a única coisa comparável é mesmo a marca'

Miguel Oliveira de ‘regresso’ à Aprilia: ‘A única coisa comparável é mesmo a marca’

Corria o ano de 2011 quando Miguel Oliveira chegou ao paddock de MotoGP, na altura para competir pela equipa Andalucia Banca Civica aos comandos de uma Aprilia RSA 125. Em 2023 volta a competir numa moto fabricada em Noale mas na classe rainha.

‘A única coisa comparável é mesmo a marca, porque de resto é tudo diferente. Nessa altura mal eu sonhava que a Aprilia viria a ter uma moto de MotoGP, essa é a primeira [risos]. E a segunda é que não sonhava, naturalmente, que iria ser piloto da Aprilia [na MotoGP]. A vida é engraçada às vezes e tem destas coisas’, disse o luso numa entrevista concedida ao programa Infinito Particular, da Antena 1.

Em onze corridas com a RSA 125 Oliveira pontuou seis vezes, todas elas no top dez e com um sétimo lugar como melhor resultado, no Estoril. Volta agora ao espetro da estrutura de Noale, para competir pela equipa oficial de fábrica no pináculo do motociclismo, o MotoGP.

TOP STORIES