Carros

'Fiz 250 quilómetros com o tanque traseiro e sem manete da embraiagem' - Joaquim Rodrigues

'fiz 250 quilómetros com o tanque traseiro e sem manete da embraiagem' - joaquim rodrigues

Joaquim Rodrigues teve uma segunda etapa do Dakar extremamente complicada. O piloto que corre com as cores da Hero MotoSports terminou esta etapa no 20.º lugar (+17m44s) e arranca para a etapa de amanhã a ocupar o 17.º lugar da geral (+29m40s). Para Rodrigues, esta segunda-feira foi tudo menos fácil.

‘Hoje não correu exatamente como tinha pensado. Comecei mesmo com um bom ritmo e estava no top três no início da etapa. Contudo, parecia uma etapa extrema de Enduro com bastantes rochas por todo o lado. Num desses trilhos a subir, uma pedra atingiu o meu depósito de combustível. Comecei a perder combustível e enquanto tentava voltar à corrida descobri também que tinha a minha embraiagem danificada’, disse.

Como resultado dos danos registados, o português teve que fazer uma gestão adequada do combustível para chegar ao fim da etapa:

– Tive praticamente de percorrer, sensivelmente, 250 quilómetros a poupar combustível apenas com o tanque esquerdo traseiro, e sem a manete da embraiagem! Foi um teste bastante duro, mas tive a sorte de ter levado a minha Hero até ao fim. Espero por melhores dias. 

TOP STORIES