Família desaparece, e carros são encontrados queimados em Minas e Goiás

família desaparece, e carros são encontrados queimados em minas e goiás

carro que seria do sogro de uma cabeleireira, do Distrito Federal, que está desaparecida desde a última quinta-feira, foi encontrado carbonizado na BR-251, em Unaí

O carro que seria do sogro de uma cabeleireira, do Distrito Federal, que está desaparecida desde a última quinta-feira (12/1), foi encontrado carbonizado na BR-251, em Unaí, na Região Noroeste de Minas Gerais. Dentro do veículo estavam dois corpos. Conforme a Polícia Civil de Minas, ainda não é possível confirmar as identidades.

O caso da cabeleireira Elizamar Silva, de 39 anos, ficou conhecido desde que ela e seus três filhos mais novos, de 6 e 7 anos, sumiram no Distrito Federal na semana passada. Na sexta-feira (13/1), um dia após o desaparecimento, o carro da mulher foi encontrado carbonizado, próximo a cidade de Cristalina, em Goiás. Assim como o caso mais recente envolvendo a família, dentro do veículo foram encontrados quatro corpos, também queimados. Além da empresária e das crianças, outras quatro pessoas estão desaparecidas (leia mais abaixo). Até o momento as identidades das vítimas das duas ocorrências não foram confirmadas. No entanto, os dois carros foram identificados por familiares. De acordo com a Polícia Civil de Minas, os dois corpos encontrados no estado foram encaminhados ao Posto Médico Legal para exames de necropsia e de identificação. “Os laudos periciais estão em elaboração, e o prazo para a conclusão de laudos periciais é de aproximadamente 30 dias, a depender de sua complexidade”.

Mães e filhos desaparecidos

Conforme informações do Correio Braziliense, Elizamar e os filhos desapareceram após ela sair para buscar o marido na casa dos pais dele, na região de Itapoã, no Distrito Federal, por volta das 21h. Em depoimento à polícia, uma funcionária do salão contou que a dona do estabelecimento (Elizamar) lhe ofereceu uma carona até o ponto de ônibus.

Por volta das 22h, a mulher avisou à cabeleireira que tinha desembarcado do coletivo e, em resposta, Elizamar disse que estava chegando ao condomínio da sogra. Cerca de 40 minutos depois, a funcionária enviou uma nova mensagem, mas sem sucesso. LEIA: Carro cai de ponte e motorista desaparece em Uberlândia   Ainda segundo o Correio Braziliense, em depoimento, o filho mais velho da esteticista afirmou que, no dia seguinte ao desaparecimento, o pai dele ligou e afirmou que ele (marido de Elizamar) e a esposa haviam tido um desentendimento. O homem então teria ficado na casa da mãe, e a mulher teria ido embora com as crianças.

Já nesse domingo (15/1), outro boletim de ocorrência dá conta de que outras quatro pessoas da família de Elizamar também desapareceram. Entre elas estão o marido da mulher, os sogros, e uma cunhada.

TOP STORIES