Estradas de SP têm tráfego com poucos pontos de lentidão no primeiro dia do ano

As principais estradas que ligam o litoral e o interior do Estado à capital paulista apresentam tráfego normal de veículos, com poucos pontos de lentidão ao longo deste domingo,1. A expectativa da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) é que mais de 6 milhões de veículos trafeguem pelas mais importantes rodovias do Estado desde a véspera do Ano Novo até a segunda-feira, 2.

Por volta das 17h30, a Rodovia dos Imigrantes tinha apenas um ponto de lentidão na pista que dá acesso a São Paulo, entre os quilômetros 58 e 59, devido ao excesso de veículos. O restante da via apresentava tráfego livre. Já a rodovia Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que dá acesso a Praia Grande e ao litoral sul do Estado, apresentava lentidão entre os quilômetros 283 e 280, também no sentido capital.

A Ecovias estima que haverá tráfego de 610 mil a 737 mil veículos nas três rodovias ao longo do fim de semana. Para acelerar o fluxo, a concessionária reservou sete das dez faixas do sistema Anchieta-Imigrantes para uso exclusivo de quem vai ao litoral.

Na Rodovia Fernão Dias, o motorista enfrenta lentidão entre os quilômetros 35 a 41, em Atibaia, no quilômetro 44, e no 64, em Mairiporã. Todos eles no sentido capital e devido ao excesso de veículos.

Na Rio-Santos, o capotamento de um carro gerou congestionamento durante a tarde em São Sebastião. O veículo chegou a pegar fogo, mas de acordo com informações do Corpo de Bombeiros ninguém ficou ferido. O tráfego já foi normalizado no local. Na Rodovia Presidente Dutra tem um ponto com tráfego intenso (entre os quilômetros 204 e 210), em Guarulhos, no sentido São Paulo.

A Castelo Branco tem 0,5 quilômetro de tráfego lento na altura de Jandira. O restante da via tem boas condições de trânsito. Na Anhanguera e a Bandeirantes, dois pontos de lentidão no sentido capital: entre os quilômetros 58 e 54 e 62 e 60, respectivamente, ambos em Jundiaí.

O post Estradas de SP têm tráfego com poucos pontos de lentidão no primeiro dia do ano apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

TOP STORIES