Audi

Automobilismo

Esportes

Dakar: Melhor rookie no 1º dia, Moraes começa bem a aventura na Arábia Saudita

dakar: melhor rookie no 1º dia, moraes começa bem a aventura na arábia saudita

Lucas Moraes

O primeiro dia do Rally Dakar é sempre marcado por surpresas. E muitas vezes não são agradáveis. Neste domingo (01), o inglês Sam Sunderland sofreu um sério acidente que, segundo boletins da organização, deve tirá-lo da corrida, realizada na Arábia Saudita.

O britânico é o atual campeão do Dakar na categoria das motos – e estava listado como grande favorito para uma nova conquista.

Leia também:Dakar: Medeiros é o 3º colocado entre os quadriciclos na etapa de abertura do eventoDakar: Sainz assume liderança entre carros após primeiro dia, enquanto favorito das motos abandonaDakar: Medeiros garante a 2º posição entre os quadriciclos no prólogo

Para os brasileiros, uma boa notícia foi o desempenho do bicampeão do Rally dos Sertões, Lucas Moraes, que faz sua estreia no Dakar na categoria principal, a dos carros, e já chama a atenção. Com um Toyota GR DKR Hilux navegado pelo alemão Timo Gottschalk, Moraes terminou na 12ª posição entre os 73 carros, o que o coloca como o melhor rookie deste início de Dakar.

“Nós fomos com a estratégia de tentar chegar ao final da especial, fomos bem conservadores. Mas tem bastante chão pela frente, vamos encarando um dia de cada vez”, disse o atleta brasileiro Red Bull, apoiado pela SpeedMax.

Acidente

Sunderland foi levado de helicóptero para o Yanbu Hospital, na cidade de mesmo nome, a 300km de Jeddah. O piloto britânico está consciente e se movimenta normalmente, mas segundo a organizadora ASO tem suspeita de fratura no ombro e ferimentos nas costas. Passando por exames, ele já é considerado fora da 45ª edição do Dakar.

O acidente com Sunderland chamou ainda mais a atenção para o vencedor na especial de hoje na categoria principal, a dos carros.

O experiente espanhol Carlos Sainz praticamente se disse traumatizado pelo incidente que o tirou da briga pela vitória do Dakar no primeiro dia de prova de 2022, quando uma imprecisão na planilha de navegação fez vários competidores se perderem no deserto.

“No ano passado nós tivemos uma ducha de água fria logo no primeiro dia”, comentou o piloto da Audi no sábado, em uma coletiva, antes da vitória deste domingo. “Depois de trabalharmos muito duro tivemos que dizer adeus à chance de vitória logo no primeiro dia. Foi muito duro”.

Rivais progrediram

Com 368km de percurso, a especial de abertura do Dakar também pegou de surpresa as equipes que utilizam modelos Toyota, campeão da prova em 2022 com a dupla Nasser Al-Attiyah/Mathieu Baumel.

“A Audi e a Prodrive fizeram uma evolução muito grande no conjunto de seus carros”, comentou Lucas Moraes, analisando o resultado de hoje das duas principais rivais da Toyota.

“Dá para ver que não é apenas motor ou suspensão, mas o conjunto no geral melhorou bastante. É visível que a Audi chegou aqui em um nível muito alto. Mas no Dakar não vale somente a velocidade pura. É uma corrida muito longa e cheia de dificuldades”.

“Tem que ser constante o tempo todo, cometer menos erros, saber poupar melhor o carro do que os rivais. Ninguém vence sem essa receita”, concluiu o brasileiro, que utiliza um Toyota preparado pela equipe belga Overdrive.

Nesta segunda-feira, o Dakar deixa o acampamento localizado nas imediações do Mar Vermelho em direção a Al-‘Ula, em um trajeto que incluirá uma especial de 431 km repleta de dunas com pedras e cânions.

Confira os doze melhores na categoria principal, entre os 73 carros inscritos:

1. Carlos Sainz/Lucas Cruz (Audi) 3h28min55

2. Sebastien Loeb/Fabian Lurquin (Prodrive) +0min10

3. Guerlain Chicherit/Alex Winocq (Prodrive) +1min03

4. Yazeed Al-Rajhi/Dirk Von Zitzewitz (Toyota) +2min01

5. Orlando Terranova/Alex Haro Bravo (Prodrive) +7min05

6. Nasser Al-Attiyah/Mathieu Baumel (Toyota) +7min07

7. Brian Baragwanath/Leonard Cremer (Century) +7min51

8. Stephane Peterhansel/Édouard Boulanger (Audi) +8min51

9. Jakub Przygonski/Armand Monleón (Mini) +8min54

10. Vaidotas Žala/Paulo Fiúza (Prodrive) +10min57

11. Henk Lategan/Brett Cummings (Toyota) +11min45

12. Lucas Moraes/Timo Gottschalk (Toyota) +15min28

45ª Edição do Rally Dakar

8.549km de percurso total. Especiais somam 4.706km

(Data / locais / total do dia / especial)

Prólogo: 31/12 – Sea Camp – 10 km / 10 km

01/01 – Sea Camp –> Sea Camp – 603 km / 368 km

02/01 – Sea Camp –> Al-‘Ula – 590 km / 431 km

03/01 – Al-‘Ula –> Ha’il – 669 km / 447 km

04/01 – Ha’il –> Ha’il – 573 km / 425 km

05/01 – Ha’il –> Ha’il – 646 km / 375 km

06/01 – Ha’il –> Ad Dawadimi – 876.68 km / 466 km

07/01 – Ad Dawadimi –> Ad Dawadimi – 641.47 km / 473 km

08/01 – Ad Dawadimi –> Riyadh – 722.41 km / 407 km

09/01 – Descanso – Riyadh

10/01 – Riyadh –> Haradh – 710 km / 439 km

11/01 – Haradh –> Shaybah – 623 km / 114 km

12/01 – Shaybah –> Empty Quarter – 426 km / 275 km

13/01 – Empty Quarter –> Shaybah – 375 km / 185 km

14/01 – Shaybah –> Al Hofuf – 669 km / 154 km

15/01 – Al Hofuf –> Dammam – 414 km / 136 km

ÚLTIMO GP de Clark; Hill e P. Rodríguez, datas BIZARRAS e +: corridas da F1 em fins de ano

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate os piores do ano na F1 2022

Your browser does not support the audio element.

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

SpotifyDeezer Apple PodcastsGoogle PodcastsAmazon Music

TOP STORIES