Carros

Brad Binder quer um GP na África do Sul, mas ressalva: ‘Enquanto tivermos pessoas à fome no país...’

brad binder quer um gp na áfrica do sul, mas ressalva: ‘enquanto tivermos pessoas à fome no país...’

Brad Binder quer um GP na África do Sul, mas ressalva: ‘Enquanto tivermos pessoas à fome no país…’

O calendário do MotoGP tem vindo a expandir-se gradualmente ao longo dos anos e este ano volta a ter novos destinos – Cazaquistão e Índia. Quanto à África do Sul, a Dorna terá chegado a encetar contactos há alguns anos, mas sem sucesso: pelo que o país já não é visitado desde 2004.

Atualmente, o pelotão tem um piloto muito promissor oriundo da África do Sul – Brad Binder que, em declarações ao site SPEEDWEEK.com, vincou que não só quer uma ronda caseira, como acredita que há todas as condições necessárias para tal:

– Os custos para os operadores intercontinentais são de loucos. Mas adoraria ter um GP da África do Sul outra vez no calendário num futuro próximo. Quero um GP de casa! O mais frustrante é que temos as infraestruturas necessárias. Porque temos Kyalami, que é uma pista incrivelmente bonita, a infraestrutura não deixa nada a desejar, também em termos de edifícios de boxes e tudo o resto. São melhores do que a maioria das pistas de GP em que competimos.

Mesmo se o circuito requer poucas intervenções para ficar totalmente adaptado ao MotoGP, o financiamento poderia ser um problema. E Binder lamentou a impossibilidade de o governo ajudar tendo em conta o contexto sócio-económico que se vive na África do Sul: ‘O nosso governo nem sequer tem dinheiro para dar eletricidade às pessoas neste momento. E enquanto tivermos pessoas à fome no país não podem esperar largas quantias de dinheiro a serem investidas num GP de motociclismo. Embora adorasse disputar um Grande Prémio em Kyalami’.

TOP STORIES