Dinheiro

Bancos iniciam pagamento do IPVA 2023 em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Proprietários de veículos licenciados no estado São Paulo já podem consultar e pagar os valores do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2023 na rede bancária, informou a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) nesta segunda (2).

O calendário de pagamentos começa a vencer em 11 de janeiro, para carros com placa final 1.

Quem optar por quitar o IPVA à vista em janeiro tem desconto de 3%, e não mais de 9%, como foi aplicado no ano passado. Se for parcelar, o proprietário poderá pagar o imposto em três, quatro ou cinco vezes iguais, desde que o valor mínimo por cota seja de R$ 68,52.

Os proprietários de veículos registrados no estado também podem antecipar o pagamento do licenciamento em janeiro, informou o Detran.SP, desde que o IPVA esteja quitado integralmente, assim como todos os débitos do veículo, como multas.

A taxa de licenciamento anual de veículos em São Paulo é de R$ 155,23 em 2023. A taxa também é paga na rede bancária. O pagamento do licenciamento começa a vencer em julho, organizado por mês, de acordo com o final da placa, sendo o último vencimento em dezembro.

COMO PAGAR O IPVA

– O proprietário do veículo pode pagar o imposto nos caixas eletrônicos, pela internet ou débito agendado, nos guichês do caixa, pessoalmente, ou em outros canais oferecidos pela instituição bancária credenciada. É preciso informar o número do Renavam (Registro Nacional de Veículo Automotor)

– Também é possível realizar o pagamento em casas lotéricas e com cartão de crédito, nas empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo

FORMAS DE PAGAMENTO

À VISTA COM E SEM DESCONTO

– Cota única em janeiro com desconto de 3%

– Cota única em fevereiro sem desconto

PARCELAMENTO, SEM DESCONTO, COTA MÍNIMA DE R$ 68,52

– Em 3 vezes, de janeiro a março (IPVA entre R$ 205,56 e R$ 274,07)

– Em 4 vezes, de janeiro a abril (IPVA entre R$ 274,08 e R$ 342,5)

– Em 5 vezes, de janeiro a maio (IPVA acima de R$ 342,60)

PAGAMENTO COM CARTÃO DE CRÉDITO

1 – Acesse o site de uma das empresas credenciadas à Secretaria da Fazenda e Planejamento:

– https://site.pinpag.com.br/sfesp

– https://vamosparcelar.click/DetranSp

– https://www.takipay.com.br

– https://www.parcelenahora.com.br/paginas/sefaz-sp.html

– https://parcelamento.zignet.com.br/?id=SEFAZ+SP

– https://www.cdxexpress.com.br

– https://usezapay.com.br

– https://giropagamentos.com.br

– https://www.parcelamentodemultas.com.br/sefaz-sp

2 – Será preciso informar dados como: números da placa e do Renavam

3 – É possível simular e escolher a forma de pagamento

As empresas podem cobrar taxas pelo pagamento do IPVA por cartão de crédito

Não pague IPVA por meio de guias emitidas em programas não oficiais. Além do risco de fraude, tais guias têm apresentado erros que impossibilitam a quitação do débito, gerando prejuízos ao contribuinte.

COMO É O CÁLCULO DO IPVA

O valor exato do imposto para carros de São Paulo já pode ser consultado na rede bancária. Outra opção é consultar o valor venal do veículo para 2023, que pode ser conferido pelo número da placa no Sistema de Veículos (Sivei) do portal. Sobre o valor venal do veículo (valor de mercado calculado pela Fipe), aplica-se a alíquota referente ao tipo de combustível utilizado:

4% para carros de passeio 2% para motocicletas e similares, caminhonetes cabine simples, micro-ônibus, ônibus e maquinário pesado 1,5% para caminhões 1% para os veículos de locadoras, registrados em São Paulo

COMO PAGAR O LICENCIAMENTO 2023 EM SÃO PAULO

Para licenciar o veículo é preciso informar o número do Renavam e pagar via internet banking, aplicativo, caixa eletrônico dos bancos conveniados (Santander, Bradesco, Banco do Brasil, Safra, Itaú e Caixa Econômica Federal) ou nas lotéricas os débitos do veículo, como IPVA, possíveis multas, licenciamentos vencidos e a taxa do licenciamento de 2023.

Se o veículo for movido a gás natural, é necessário fazer a inspeção anual de segurança veicular antes de pagar a taxa de licenciamento. O laudo da inspeção deve estar válido e não pode ter sido utilizado para emitir outro documento do carro.

Após o pagamento ser confirmado, o documento digital fica disponível para download e impressão no item “Licenciamento Digital” nos aplicativos Poupatempo Digital, Detran.SP e Carteira Digital de Trânsito – CDT e nos sites:

– www.poupatempo.sp.gov.br

– www.detran.sp.gov.br

– portalservicos.senatran.serpro.gov.br

O motorista pode imprimir o licenciamento em papel sulfite comum (A4-branca).

O porte do documento continua sendo obrigatório, seja de forma digital ou em papel. Se for parado pela polícia e estiver sem o documento em ordem, o motorista poderá ter de pagar multa ou até ter o veículo apreendido.

Quem divide o carro pode compartilhar o documento pelo aplicativo com até cinco motoristas ou imprimir mais de uma cópia do documento com o QR Code de segurança.

CALENDÁRIO DE VENCIMENTO DO LICENCIAMENTO EM SÃO PAULO

VEÍCULOS DE PASSAGEIROS, ÔNIBUS, REBOQUE E SEMIRREBOQUE

Final da placa – Prazo

1 e 2 – Julho

3 e 4 – Agosto

5 e 6 – Setembro

7 e 8 – Outubro

9 – Novembro

0 – Dezembro

VEÍCULOS REGISTRADOS COMO CAMINHÃO

1 e 2 – Setembro

3, 4 e 5 – Outubro

6, 7 e 8 – Novembro

9 e 0 – Dezembro

O QUE ACONTECE SE NÃO PAGAR O IPVA NO PRAZO?

O proprietário de veículo que deixar de recolher o IPVA fica sujeito a multa de 0,33% por dia de atraso e juros de mora com base na taxa Selic. Passados 60 dias, o percentual da multa fixa-se em 20% do valor do imposto. Permanecendo a inadimplência, o débito será inscrito na Dívida Ativa, além da inclusão do nome do proprietário no Cadin Estadual, impedindo-o de aproveitar eventual crédito que possua ao solicitar a Nota Fiscal Paulista.

A inadimplência do IPVA impede o novo licenciamento do veículo. Após a data-limite fixada pelo Detran para o licenciamento, o veículo poderá vir a ser apreendido, com multa aplicada pela autoridade de trânsito e sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Segundo a Secretaria da Fazenda e Planejamento de São Paulo, a frota total no estado é de aproximadamente 27 milhões de veículos. Desses, 17,9 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e 8,5 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação. O estado não envia mais os avisos de vencimentos para a casa dos proprietários.

TOP STORIES