Carros

‘A Ducati de MotoE já é três segundos mais veloz e ainda tem potencial’ – Randy Krummenacher

‘a ducati de motoe já é três segundos mais veloz e ainda tem potencial’ – randy krummenacher

‘A Ducati de MotoE já é três segundos mais veloz e ainda tem potencial’ – Randy Krummenacher

Em 2023, a MotoE não só ganha o estatuto de Campeonato do Mundo, como também passa a ter novas motos fornecidas pela Ducati, concebidas em específico para a competição e para terem alto desempenho. Um dos pilotos que se vai estrear é Randy Krummenacher, que já tem indicações sobre o que poderá ser o rendimento das novas motos.

Em declarações ao site GPOne.com, o helvético deu conta do facto de a Ducati de MotoE ser já consideravelmente mais rápida do que a antecessora em contexto de testes, sendo mais leve e baterias que não vão permitir aumentar as distâncias de corrida:

– Ouvi dizer que a Ducati é cerca de 40kg mais leve do que a MotoE anterior, que pesava cerca de 260kg. A bateria será mais compacta, portanto não faremos mais voltas do que no passado. O Mattia Casadei disse-me que os pilotos de testes da Ducati, Michele Pirro e Alex De Angelis, já fizeram voltas em 1m40s em Misano, três segundos menos do que os tempos deste ano. A Ducati ainda tem potencial com este protótipo, por isso pode ser ainda mais veloz.

Krummenacher mostrou-se seguro da mais-valia que a Ducati será para a MotoE: ‘Sim, estou convencido de que a Ducati irá valorizar muito a MotoE, mas não posso viver completamente sem ruído. Quis competir no CIV Superbike e fazer barulho, mas demasiadas circunstâncias não me permitiram’.

TOP STORIES